Navegação Eventos - Resumos por Autores IPEN "QUEIROZ, CARLOS A. da S."

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 12633

    SENEDA, JOSE A. ; QUEIROZ, CARLOS A. da S. ; RIZZO, SORAYA M. da R. ; DIAS, MAURO S. ; KAKAZU, MAURICIO H. ; ABRAO, ALCIDIO . Advanced mass spectrometric applied to determinated of composition in lead (Pb-208) from residues of thorium facilities. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ESPECTROMETRIA DE MASSAS, 2., 9-11 de dezembro, 2007, Campinas, SP. Resumos... 2007. p. 141.

    Palavras-Chave: thorium minerals; nuclear materials management; wastes; lead 208; radioactive materials; separation processes; ion exchange; resins; hydrochloric acid

  • IPEN-DOC 16204

    QUEIROZ, CARLOS A. da S. ; ROCHA, SORAYA M.R. da ; PEDREIRA, WALTER R.; SENEDA, JOSE A. ; LOBO, RAQUEL M. ; FILHO, WALTER S.. Obtaining pure praseodymium acetate to use in researches and development. In: ENCONTRO DA SBPMAT - SOCIEDADE BRASILEIRA DE PESQUISA EM MATERIAIS, 9., 24-28 de outubro, 2010, Ouro Preto, MG. Resumos... 2010.

    Palavras-Chave: acetates; praseodymium; ion exchange; molecules; absorption spectra; spectrophotometers

  • IPEN-DOC 26117

    QUEIROZ, CARLOS A. da S. . Preparation of high purity cerium precursors for use in automotive catalysts. In: BRAZILIAN MRS MEETING, 17th, September 16-20, 2018, Natal, RN. Abstract... São Carlos: Aptor Software, 2018. p. 1231-1231.

    Abstract: Starting with a fraction of mixed rare earths chloride with 47% in CeO2 , high pure cerium oxide and acetate was prepared. The mixed rare earths chloride solution was treated by fractionated precipitation technique. Cerium (III) was oxidized to cerium (IV) by addition of hydrogen peroxide. The acidity liberated in the hydrolytic process was neutralizes with NH3 stream generated by compressed air injected into the 1M NH4OH solution and bubbled into the rare chlorides solution. The temperature was maintained at 60oC. After the complete cerium hydroxide precipitation, it was separated by filtration. This hydroxide precipitate enriched in cerium (90% in CeO2) was dissolved in hydrochloric acid and the cerium chloride solution was used as the feeling solution to a strong cationic ion exchanger resin system. After loading the resin with de cerium, it was rinsed with water and eluted the ions by complexation with ammonium salt of EDTA adjusted to pH 4,0. Free EDTA acid was precipitated by addition of chloride acid to the cerium complex eluted and it was separated by filtration. The ultimate cerium chloride solution was treated with oxalic acid and the cerium oxalate separated, dried and fired to cerium oxide. The highly pure cerium oxide prepared (99.9%) was directly dissolved with hot concentrated acetic acid.The typical cerium acetate obtained contain the followings contaminants in micrograms per gram: Y(4.1 ), Sc (15.4 ), La (32.4), Pr (14.6), Nd (6.5), Sm (9.7), Eu (5.3), Gd (9.2), Tb (6.2), Dy (5.4), Ho (0.08) Er(0.9), Tm (0.2),Yb ( 20.5), Lu (2.3).

  • IPEN-DOC 26113

    QUEIROZ, CARLOS A. da S. . Synthesis and characterization of neodymium acetate for use in nanotechnology. In: BRAZILIAN MRS MEETING, 17th, September 16-20, 2018, Natal, RN. Abstract... São Carlos: Aptor Software, 2018. p. 1222-1222.

    Abstract: A simple and economical chemical process to obtaining neodymium acetate of high purity was studied. The raw material in the form of mixed rare earths carbonate comes from Brazilian monazite. It was used the technique of strong cationic exchange resin, proper to water treatment to the neodymium''s fractionation and it is achieved a purity of 99.9% in Nd2O3 and yield greater than or equal 80%, with the elution of rare earths by EDTA solution in pH controlled. The complex of EDTA-neodymium is transformed in neodymium oxide, subsequently the oxide is dissolved in acetic acid to obtain the neodymium acetate. The solid salt was characterized via chemical analysis, thermal analysis, X ray diffraction, infrared spectroscopy and inductively coupled plasma mass spectrometry to certify the purity.The analytical data collected allowed to conclude that the stoichiometric formula for the compound is Nd(CH3COO)3.1.5H2O. The typical neodymium acetate obtained (purity ≥ 99.9%) contain the followings contaminants in micrograms per gram: Y(0.9), Sc (5.1), La (1.0), Pr (3.4), Sm (12.8), Eu (1.1), Gd (15.4), Tb (2.9), Dy (5.3), Ho (7.4) Er(1.5), Tm (0.3),Yb ( 2.5), Lu (1.0).

  • IPEN-DOC 26840

    QUEIROZ, CARLOS A. da S. . Synthesis and characterization of praseodymium acetate for use in nanotechnology. In: BRAZIL MRS MEETING, 18th, September 22-26, 2019, Balneário Camburiú, SC. Abstract... São Carlos, SP: Aptor Software, 2019. p. 2554-2555.

    Abstract: A simple and economical chemical process to obtaining praseodymium acetate of high purity is studied. The raw material in the form of mixed rare earths carbonate comes from an industrial separation of rare earths, thorium and uranium in the Brazilian monazite. It is used the technique of strong cationic exchange resin, proper to water treatment, to the praseodymium's fractionation and it is achieved a purity of 99.9% in Pr6O11 and yield greater than or equal 80%, with the elution by EDTA solution in pH controlled. The complex of EDTApraseodymium is transformed in praseodymium oxide, subsequently the oxide is dissolved in acetic acid to obtain the praseodymium acetate. The solid salt was characterized via chemical analysis, thermal analysis, X ray diffraction and infrared spectroscopy. In summary the analytical data collected allowed to conclude that stoichiometric formula for the praseodymium acetate obtained is Pr(CH3COO)3.1.5H2O. The molecular absorption spectrophotometry technique is used to monitoring the praseodymium content during the process and mass spectrometry to certification the purity of the praseodymium acetate. The typical praseodymium acetate contain the followings contaminants in micrograms per gram: Y( 20 ), Sc ( 18 ), La ( 6 ), Ce ( 26 ), Nd ( 3 ), Sm ( 18 ), Eu ( 17 ), Gd (19 ), Tb ( 16 ), Dy (17 ), Ho ( 18 ), Er (18 ), Tm ( 16 ),Yb ( 17 ), Lu ( 17.0), Lu ( 17 ).

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.

O Repositório Digital do IPEN é um equipamento institucional de acesso aberto, criado com o objetivo de reunir, preservar, disponibilizar e conferir maior visibilidade à Produção Científica publicada pelo Instituto, desde sua criação em 1956.

Operando, inicialmente como uma base de dados referencial o Repositório foi disponibilizado na atual plataforma, em junho de 2015. No Repositório está disponível o acesso ao conteúdo digital de artigos de periódicos, eventos, nacionais e internacionais, livros, capítulos, dissertações, teses e relatórios técnicos.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.