Navegação Periódicos - Artigos por assunto "occupational exposure"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 08642

    ARAUJO, S.G. ; SCIANI, V. . An automated irradiation device for use in cyclotrons. Journal of Radioanalytical and Nuclear Chemistry, v. 253, n. 3, p. 383-388, 2002.

    Palavras-Chave: irradiation devices; automation; cyclotrons; control systems; reliability; occupational exposure; radiation doses; personnel

  • IPEN-DOC 26402

    RIOS, D.A.S. ; RIOS, P.B.; SORDI, G.M.A.A. ; CARNEIRO, J.C.G.G. . Análise de situações de exposição potencial em aceleradores de elétrons autoblindados. Brazilian Journal of Radiation Sciences, v. 7, n. 3, p. 1-15, 2019. DOI: 10.15392/bjrs.v7i3.851

    Abstract: Neste estudo foram estimadas as doses decorrentes de situações de exposição potencial em uma indústria de embalagens que utiliza um acelerador de elétrons autoblindado para a cura de tintas e vernizes em substratos poliméricos. Para isso foram avaliadas as probabilidades de falhas no sistema de segurança do acelerador e realizadas simulações envolvendo duas situações acidentais que poderiam levar à exposição potencial de Indivíduos Ocupacionalmente Expostos e Indivíduos do Público. Embora estas situações de exposição sejam pouco prováveis e envolva um número pequeno de indivíduos o estudo ressalta a importância de realizar exercícios de simulação permitindo identificar as possíveis falhas de operação e as consequências radiológicas para esse tipo de evento. Os exercícios de simulação realizados apontaram a necessidade de incluir a equipe de intervenção para saneamento do acidente, representada pela brigada de incêndio a qual foi incluída nos treinamentos periódicos de proteção radiológica. Além disso, as estimativas de falha no sistema de segurança e as doses resultantes demonstraram a conformidade aos requisitos de proteção radiológica.

    Palavras-Chave: accelerators; accidents; failures; occupational exposure; probabilistic estimation; radiation protection; safety analysis; self-shielding; simulation

  • IPEN-DOC 14519

    CECATTI, S.G.P.; GUIMARAES, M.I.C.C.; CALDAS, L.V.E. . Application of a vrist dosimeter prototype for radiation monitoring (sup(153)Sm) during a therapeutic procedure simulation. Journal of Radiological Protection, v. 29, n. 4, p. 519-525, 2009.

    Palavras-Chave: calcium sulfates; dosemeters; gamma radiation; nuclear medicine; occupational exposure; radiation doses; radiation monitoring; radiopharmaceuticals; samarium 153; teflon

  • IPEN-DOC 13113

    REIS, A.A. dos; CARDOSO, J.C.S. ; LOURENCO, M.C.. Application of morphological and physiological parameters representative of a brazilian populations sample in the respiratory tract model. Radiation Protection Dosimetry, v. 125, n. 1-4, p. 557-560, 2007.

    Palavras-Chave: respiratory systems; icrp; recommendations; radioactivity; environment; occupational exposure; economic analysis; brazil; human populations

  • IPEN-DOC 13134

    PINTO, T.N.O.; CECATTI, S.G.P.; GRONCHI, C.C.; CALDAS, L.V.E. . Application of the OSL technique for beta dosimetry. Radiation Measurements, v. 43, p. 332-334, 2008.

    Palavras-Chave: aluminium oxides; beta dosimetry; luminescence; occupational exposure; personnel dosimetry; radiation detectors; radiation monitoring; measuring instruments

  • IPEN-DOC 20945

    CARNEIRO, JANETE C.G.G. ; SANCHES, MATIAS P. ; RODRIGUES, DEMERVAL L. ; CAMPOS, DANIELA ; NOGUEIRA, PAULO R. ; DAMATTO, SANDRA R. ; PECEQUILO, BRIGITTE R. . Assessment of the radiological control at the Ipen radioisotope production facility. Brazilian Journal of Radiation Sciences, v. 3, n. 2, p. 1-10, 2015.

    Palavras-Chave: brazilian cnen; radiopharmaceuticals; isotope production; personnel; occupational exposure; external irradiation; environmental impacts; radiation protection

  • IPEN-DOC 18921

    SANTOS, L.R.; XAVIER, M. ; KAKOI, A.A.Y.; SILVA JUNIOR, I.A.; CARDOSO, J.C.S. . Avaliação da atividade mínima de contadores de corpo inteiro e tireóide do laboratório de monitoramento in vivo do IPEN/CNEN-SP / Evaluation of the minimum detectable activity of whole-body and thyroid counters of the in vivo monitoring laboratory of IPEN/CNEN-SP. Scientia Plena, v. 8, n. 11, p. 119907-1 - 119907-4, 2012.

    Palavras-Chave: brazilian cnen; laboratories; monitors; monitoring; in vivo; whole-body counters; thyroid; occupational exposure

  • IPEN-DOC 23195

    SANTOS, W.S. ; NEVES, L.P.; PERINI, A.P.; BELINATO, W.; MAIA, A.F.; CALDAS, L.V.E. . Avaliação das exposições dos envolvidos em procedimentos intervencionistas usando método Monte Carlo. Brazilian Journal of Radiation Sciences, v. 5, n. 1, p. 01-06, 2017.

    Abstract: Neste estudo apresenta-se um modelo computacional de exposição de um paciente, médico cardiologista e de uma enfermeira em um cenário típico de procedimentos intervencionistas cardíacos. Neste caso, foi calculado um conjunto de coeficientes de conversão (CC) para dose efetiva (E) em termos do produto kerma-área (PKA) para os indivíduos envolvidos, utilizando sete espectros energéticos diferentes e oito projeções de feixe. Também foi calculado o CC para dose de entrada na pele (DEP) do paciente normalizado pelo PKA. Todos os indivíduos foram representados por simuladores antropomórficos computacionais incorporados em um código de transporte de radiação baseado em simulação de Monte Carlo.

    Palavras-Chave: air; conversion; dosimetry; kerma; monte carlo method; occupational exposure; patients; phantoms; radiation doses; radiation protection; radiology; radiological personnel

  • IPEN-DOC 19523

    XAVIER, FERNANDA V.; PIRES, MARIA A.F. . Avaliação do uso de equipamentos de proteção individual em consultórios odontológicos da rede pública de saúde do município de Araguaína, Tocantins. Revista Científica do ITPAC, v. 6, n. 4, p. 1-5, 2013.

    Palavras-Chave: brazil; public enterprises; dentistry; occupational exposure; security

  • IPEN-DOC 20838

    SANTOS, WILLIAM S. ; VALERIANO, CAIO C.S.; BELINATO, WALMIR; NEVES, LUCIO P.; PERINI, ANA P.; MAIA, ANA F.; CALDAS, LINDA V.E. . Calculation of conversion coefficient for effective dose to patient and physician in interventional cardiology procedure using the Monte Carlo Mehod. Austin Journal of Radiology, v. 2, n. 3, p. 1-5, 2015.

    Palavras-Chave: biomedical radiography; coronaries; radiation doses; phantoms; occupational exposure; simulation; monte carlo method

  • IPEN-DOC 21240

    SANTOS, W.S. ; NEVES, L.P.; PERINI, A.P.; BELINATO, W.; CALDAS, L.V.E. ; MAIA, A.F.. Cálculo de coeficientes de conversão de risco de câncer para exposições médicas e ocupacionais usando simulação de Monte Carlo em procedimentos cardíacos de radiologia intervencionista. Brazilian Journal of Radiation Sciences, v. 3, n. 1A, p. 1-11, 2015.

    Palavras-Chave: monte carlo method; neoplasms; phantoms; radiological personnel; x radiation; radiation protection; radiation transport; radiation doses; occupational exposure; patients; protective clothing; risk assessment; shielding materials

  • IPEN-DOC 18349

    FERNANDES, IVANI M.; SILVA, AMANDA J. da; SILVA, PAULA P.N.; POTIENS, MARIA da P.A. ; CARNEIRO, JANETE C.G.G. . Contribution of WHOQOL-Bref domains, in the quality of life of workers at a radioactive facility. Radioproteção, v. 2, n. 20, p. 117-124, 2012.

    Palavras-Chave: nuclear facilities; occupational exposure; working conditions; standard of living; radiation protection

  • IPEN-DOC 13111

    GRONCHI, C.C.; FURNARI, L.; CECATTI, S.G.P.; CAMPOS, L.L. . Controle da exposição ocupacional as radiações ionizantes nos serviços de hemodinâmica segundo Portaria 453 e American College of Cardiology. Revista Brasileira de Fisica Medica, v. 2, n. 1, p. 2-5, 2009.

    Palavras-Chave: ionizing radiations; occupational exposure; radiology; cardiography; radiation protection

  • IPEN-DOC 07387

    SANTA ROSA, R.M.S.; MUELLER, R.C.S.; ALVES, C.N.; SARKIS, J.E.S. ; BENTES, M.H.S.; BRABO, E.S.; OLIVEIRA, E.S.. Determination of total mercury in workers' urine in gold shops of Itaituba, Para State, Brazil. Science of the Total Environment, v. 261, n. 1/3, p. 169-176, 2000.

    Palavras-Chave: mercury; occupational exposure; gold; personnel; urine; spectrophotometry; multivariate analysis; statistics

  • IPEN-DOC 27870

    CARVALHO, D.V.S. ; GREGIANIN, G.M.; MESQUITA, C.H. . Development of an automated source holder in IoT for application in industrial process tomography. Brazilian Journal of Radiation Sciences, v. 9, n. 1A, p. 1-11, 2021. DOI: 10.15392/bjrs.v9i1A.1349

    Abstract: Computed tomography technology uses an electromagnetic radiation source or particulate radiation source, to analyze / study different samples that can range from living organisms to the most diverse objects (rocks, phantoms, etc.). The use of the radioactive materials may cause harm to the operator if he is exposed to the source of radiation, so aiming at the safety of the operator, the objective of this work is to develop an Internet of Things automation system for the opening of the Industrial Process Tomography source holder for industrial tomography applications. Thus, this system can drive the stepper motors through this platform can be opened at a safe distance to the operator, avoiding the operator to take radiation dose to perform this operation. For the IPT project, five source holders were made so that each was positioned diametrically opposite each array of detectors. In this project we used 192Ir sources that have activity of 18,500 MBq and that were produced in the reactor IEA-R1, from the neutron bombardment of the pellet containing stable isotope 191Ir. The main characteristics of 192Ir are: half-life of 74.2 days; radiation energy from 0.13 to 0.65 MeV. For the safety of the operator during the opening of the sources, an automated opening system with IoT that can be activated with software installed on the tomography or by a smartphone application by the MQTT protocol, which makes it possible to be monitored in real time at long distance showing the opening and closing status of each source holder.

    Palavras-Chave: automation; computerized tomography; iridium 192; occupational exposure; openings; radiation protection; radiation sources; remote handling

  • IPEN-DOC 20946

    ALVES, ALICE dos S. ; GERULIS, EDUARDO ; CARNEIRO, JANETE C.G.G. . Estimativa da magnitude de riscos ocupacionais presentes em uma instalação radiativa e seus principais impactos à saúde. Brazilian Journal of Radiation Sciences, v. 3, n. 1A, p. 1-13, 2015.

    Palavras-Chave: nuclear facilities; risk assessment; hazards; occupational exposure; working conditions; health hazards

  • IPEN-DOC 14841

    VENTURINI, L. . Evaluation of systematic errors in thyroid monitoring. Radiation Protection Dosimetry, v. 103, n. 1, p. 63-68, 2003.

    Palavras-Chave: radiation detectors; monte carlo method; calibration data; whole-body counting; radiation dose distributions; occupational exposure; thyroid

  • IPEN-DOC 26661

    CORREIA, M.M.; CHAMMAS, M.C.; ZAVARIZ, J.D.; ARATA, A. ; MARTINS, L.C.; MARUI, S.; PEREIRA, L.A.A.. Evaluation of the effects of chronic occupational exposure to metallic mercury on the thyroid parenchyma and hormonal function. International Archives of Occupational and Environmental Health, v. 93, n. 4, p. 491-502, 2020. DOI: 10.1007/s00420-019-01499-0

    Abstract: Introduction Experiments in animals exposed to mercury (Hg) in different chemical states have shown thyroid parenchymal and hormone alterations. However, these experiments did not allow the establishment of dose–response curves or provide an understanding of whether these Hg effects on the thyroid parenchyma occur in humans. Objective To evaluate the association between chronic occupational exposure to metallic Hg and alterations in thyroid hormones and gland parenchyma 14 years after the last exposure. Methods A cross-sectional study including 55 males exposed in the past to metallic Hg and 55 non-exposed males, paired by age, was conducted in the Hospital das Clínicas (Brazil) from 2016 to 2017. Serum concentrations of total and free triiodothyronine (TT3 and FT3), free thyroxine (FT4), thyrotropin (TSH), reverse T3 (RT3), selenium and antithyroid antibody titers were obtained. The Hg and iodine concentrations were measured in urine. The thyroid parenchyma was evaluated by B-mode ultrasonography with Doppler. The nodules with aspects suspicious for malignancy were submitted to aspiration puncture with a thin needle, and the cytology assessment was classified by the Bethesda system. The t test or Mann–Whitney test, Chi-square test and Spearman correlation were used to compare the exposed and non-exposed groups and examine the relationships between the variables. Univariate and multivariate logistic regression models were used to trace determinants of the risk of thyroid hormone alteration. Statistical significance was defined by p < 0.05. Results The urinary Hg average was significantly higher in the exposed group than in the non-exposed group (p < 0.01). The mean TSH serum concentration in the exposed group was higher, with a statistically significant difference between the groups (p = 0.03). Serum concentrations of TSH exceeded the normality limit (4.20 μIU/ml) in 13 exposed individuals (27.3%) and 4 non-exposed individuals (7.3%), with a statistically significant association between the hormonal increase and exposure to Hg (p = 0.02). In the logistic regression model, exposure to Hg (yes or no) showed an odds ratio = 4.86 associated with an increase of TSH above the normal limit (p = 0.04). The serum concentrations of RT3 showed a statistically borderline difference between the groups (p = 0.06). There was no statistically significant difference between the mean TT3, FT3 and FT4 serum concentrations in the Hg-exposed group compared to the non-exposed group. The proportions of the echogenicity alterations were higher in the exposed group compared to the non-exposed group (27.3% versus 9.1%; p = 0.03). Papillary carcinomas were documented in three exposed individuals and one non-exposed individual. A follicular carcinoma was recorded in one non-exposed individual. Conclusions Due to the higher serum TSH concentration and the prevalence of parenchymal alterations in the Hg-exposed group, even after cessation of exposure, it is recommended that the thyroid status of exposed workers be followed for a long period.

    Palavras-Chave: mercury; thyroid; thyroxine; selenium; chronic exposure; occupational exposure; blood serum

  • IPEN-DOC 25789

    VILLIBOR, FERNANDA F.; GUILHEN, SABINE N. ; DANTAS, ELIZABETH S.K. ; PIRES, MARIA A.F. . Mercury exposure among dental staff in the legal Amazon / Exposição a mercúrio entre profissionais da área odontológica na Amazônia legal. Brazilian Journal of Health Review, v. 2, n. 4, p. 2530-2544, 2019. DOI: 10.34119/bjhrv2n4-025

    Abstract: Elemental mercury is highly toxic and may be absorbed by dental professionals through direct skin contact or inhalation. The use of mercury in dental amalgam has been a concern of the academic community for years, for its incorporation is likely to affect vital organ systems. Several studies have been conducted to address the possible risks of occupational exposure to mercury vapor in dental offices. The present study aimed to present evidences that mercury is assimilated by exposed workers through the determination of urinary mercury (HgU) from dental professionals (n = 91) of public offices in Araguaína (Tocantins, Brazil). This uptake was verified against samples from unexposed individuals (n = 43), which activities are not dentistry related. Cold vapor atomic absorption spectrometry (CV-AAS) technique enabled the subjects’ biological monitoring. Approximately 44.8% (n = 60) of the 134 participants were aged between 21 and 30 years and were at the beginning of their professional lives; 9.7% (13) of the study participants were men and 90.3% (121) were women. Hg concentrations in all samples analyzed were within the maximum biological limit set by the World Health Organization (WHO) (<50 μgHg·L−1). HgU concentrations in dental professionals were within the limits proposed by the Brazilian regulatory standard, Regulatory Norm-7 (RN-7) (≤35 μgHg·g−1 creatinine). Nevertheless, the average concentration of HgU was approximately 8 times higher in the potentially exposed group (5.61 μgHg·g−1 creatinine) than in the unexposed group (0.65 μgHg·g−1 creatinine), highlighting the potential risk of occupational exposure to mercury.

    Palavras-Chave: mercury; occupational exposure; dentistry; mercury alloys; monitoring; absorption spectroscopy; validation; brazil

  • IPEN-DOC 27165

    FREIRE, BRUNA M.; LANGE, CAMILA N.; PEDRON, TATIANA; MONTEIRO, LUCILENA R. ; SANCHES, LIVIA R.; PEDREIRA-FILHO, WALTER dos R.; BATISTA, BRUNO L.. Occupational exposure of foundry workers assessed by the urinary concentrations of 18 elements and arsenic species. Journal of Trace Elements in Medicine and Biology, v. 62, p. 1-11, 2020. DOI: 10.1016/j.jtemb.2020.126593

    Abstract: Background: Some raw materials applied in Fe foundry industries may contain potentially toxic elements. Thus, foundry worker’s occupational exposure is a constant health concern. Method: In this study, 194 urine samples from foundry workers were analyzed by inductively coupled plasma mass spectrometry for biomonitoring of Al, As, Ba, Cd, Co, Cr, Cs, Cu, Fe, I, Mn, Ni, Pb, Sb, Sn, Se, U and Zn. Moreover, arsenic speciation was performed in representative samples of production sector workers (group A) and administration sector workers (group B). Results: Concentrations of As, Pb, Cd, Cu, Cs, I, Sb in urines from group A were higher than those found for group B. Samples of group A presented Cs, Ni, Mn, Pb, U and Zn concentrations higher than values reported for exposed workers assessed by other studies. Forty-four samples from group A exceed As-reference limits. Group A had approximately seven times more inorganic As (as arsenite) and 14 times more organic As (as dimethyl As) than group B. A statistically significant difference was observed in the elemental concentration in the workers' urine by the time in the function. Moreover, alcohol consumption is probably influencing the urine concentration of As, Ba, Cd, Co, Cu, Fe, I, Se and Zn. Conclusion: The monitored foundry workers are exposed to potentially toxic elements and more attention must be given to their health. Therefore, workplace safety conditions must be improved, and constant biomonitoring is necessary to ensure workers' health.

    Palavras-Chave: occupational exposure; industrial plants; foundries; arsenic; high-performance liquid chromatography; icp mass spectroscopy; toxic materials; toxicity; iron; calibration

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.

O Repositório Digital do IPEN é um equipamento institucional de acesso aberto, criado com o objetivo de reunir, preservar, disponibilizar e conferir maior visibilidade à Produção Científica publicada pelo Instituto, desde sua criação em 1956.

Operando, inicialmente como uma base de dados referencial o Repositório foi disponibilizado na atual plataforma, em junho de 2015. No Repositório está disponível o acesso ao conteúdo digital de artigos de periódicos, eventos, nacionais e internacionais, livros, capítulos, dissertações, teses e relatórios técnicos.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.