Navegação por assunto "nanofibers"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 21791

    ANDRADE e SILVA, L.G. ; EVORA, M.C.. Development of radiation processing to functionalize carbon nanofiber to use in nanocomposite for industrial applications. In: IAEA (Ed.). Radiation curing composites for enhancing their features and utility in health care and industry. Vienna: IAEA, 2015. p. 28-44, (IAEA-TECHDOC-1764).

    Palavras-Chave: nanostructures; composite materials; carbon; graft polymers; industry; nanofibers; nanocomposites

  • IPEN-DOC 27796

    ROJAS-HERNANDEZ, ROCIO E.; RUBIO-MARCOS, FERNANDO; GORNI, GIULIO; MARINI, CARLO; DANILSON, MATI; PASCUAL, LAURA; ICHIKAWA, RODRIGO U. ; HUSSAINOVA, IRINA; FERNANDEZ, JOSE F.. Enhancing NIR emission in ZnAl2O4:Nd,Ce nanofibers by co-doping with Ce and Nd: a promising biomarker material with low cytotoxicity. Journal of Materials Chemistry C, v. 9, n. 2, p. 657-670, 2021. DOI: 10.1039/d0tc04752j

    Abstract: Development of new near infrared luminescent (NIR) emitters improves our understanding of their fundamental structure–property relationships. The ability to use efficient energy transfer to convert ultraviolet or visible light photons to enhance the NIR emission has attracted a great deal of attention in down-conversion applications. Taking advantage of the sol–gel impregnation process and growth of materials along a support or template, core–shell structured nanofibers of ZnAl2O4 – based ceramic doped with cerium and neodymium were synthesized with the help of an elaborate facile and cost-efficient strategy. The color-tunable emissions make this material a suitable host for a wide range of applications, e.g., bio-imaging, security markers, imaging devices, optical coatings, and solar cells. This research correlates the defects and the remarkable optical properties of the developed structures. Specified conditions of sol–gel processing combined with the incorporation of rare-earth elements in various concentrations provide the possibility of tuning the ratio between Ce3+ and Ce4+ in the nanofibers with an average diameter of 50 nm and, therefore, their functional response. It is important to clarify the role of trivalent and tetravalent cerium cations in the modulation of NIR emission to establish the luminescence mechanism. The NIR emitter luminescent compound ZnAl2O4:Nd,Ce, which adopts a spinel-type structure, is studied using the X-ray absorption near-edge structure technique. For the first time, this study reveals the energy transfer from Ce3+ to Nd3+ and the enhancement of the NIR emission due to the presence of Ce4+ in the ZnAl2O4:Nd,Ce spinel compound. Cytotoxicity analyses suggest the viability of the synthesized nanofibers, which opens new avenues in bio-imaging applications.

    Palavras-Chave: nanofibers; near infrared radiation; zinc; cerium; neodymium

  • IPEN-DOC 27788

    PERES, MAYARA L. de O.; NETO, ESTACIO T.W.; QUEIROZ, ALFREDO A.A.E. de; QUEIROZ, ALVARO A.A. de . Intelligent electrospun thermochromic composite nanofibers for temperature measurements. IEEE Sensors Letters, v. 5, n. 3, 2021. DOI: 10.1109/LSENS.2021.3058056

    Abstract: Thermochromic nanofibers (NFs) have emerged as an important class of nanostructured materials and have found a broad range of technologic applications. Herein, an optical fiber temperature sensor composed of coating electrospun thermochromic NFs on the end-face of fiber is reported. A composite coating consisting of an aqueous dispersion of a thermochromic material (cobalt-doped zinc phosphate or also called cobalt-doped hopeite -CoHo), in polyglycerol dendrimer (PGD), was directly electrospun onto the end-face surface of multimode optical fiber for the fabrication of temperature optical fiber sensor. Morphological features and optical properties of the resulting electrospun CoHo:PGD NFs were assessed. The diameter of the electrospun CoHo:PGDNFs deposited on the end-face of optical fiber was 500 ± 14 nm. The spectroscopic absorption of the electrospun CoHo:PGDNFs at 630 nm is measured to determine their relationship with temperature. The results under variable temperature from 25 to 250 °C indicate good linearity and show the potential of using CoHo:PGDNFs sensing applications for control in industrial processes that require a steady or changing temperature. To extract the chromaticity profile of the CoHo:PGDNFs and their temperature dependence, a multilayer feed-forward artificial neural network (ANN) was used. ANN has been successfully employed to extract temperature information from the chromatic changes of CoHo:PGDNFs.

    Palavras-Chave: electrodes; nanofibers; sensors; optical properties

  • IPEN-DOC 23224

    RESTIVO, THOMAZ A.G. ; DURAZZO, MICHELANGELO ; MELLO-CASTANHO, SONIA R.H. de ; MOREIRA, ANA C.; GRACIANO, SERGIO; TELLES, VICTOR B.; TENORIO, JORGE A.S.. Low-temperature densification of ceramics and cermets by the intermediary stage activated sintering method. Journal of Thermal Analysis and Calorimetry, v. 131, n. 1, p. 249-258, 2018. DOI: 10.1007/s10973-017-6560-5

    Abstract: The article explores new concepts in order to promote ceramic and cermet materials sintering at lower temperatures between 1200 and 1300 C. The principle of the new process method called intermediary stage activated sintering (ISAS) involves the preparation of the ceramic powder with dispersed doping agents, such as nanotubes and fibers, which shape the pore structure at pressed pellets with stable interconnected thin cylinders between the grains. This feature resembles and extends the condition found during the intermediary stage sintering, which enhances the ions diffusion rate along tubular pores to increase shrinkage. Carbon nanotubes (CNT) and nanofibers are homogenized into cubic zirconia and alumina in amounts ranging from 1 to 10 vol% at high-energy milling devices and ultrasound disruptor under ethanol media. Ni, Cu and Mo/MoO3 can be also added to provide tubular channel filling. Sintering of uniaxially pressed pellets is carried out in a dilatometer and tubular furnaces at 1200/1300 C under air, argon and controlled oxygen partial pressure atmospheres. TG/DTA/MS analyses of sample pellets reveal the oxidation and gas release temperature and duration. The results demonstrate the ISAS process concept is valid since it further increases the ceramic final density by 8% of the theoretical density at 1200 C, leading to close the porosity at 1300 C, compared to 1500–1600 C temperatures at conventional process. Short CNT and cellulose nanofiber were found to be the best additives in this sense.

    Palavras-Chave: additives; aluminium oxides; carbon nanotubes; cellulose; ceramics; cermets; comparative evaluations; density; differential thermal analysis; diffusion; molybdenum oxides; nanofibers; oxidation; pore structure; porosity; shrinkage; zirconium oxides

  • IPEN-DOC 19559

    BOTTINO, MARCO C.; YASSEN, GHAETH H.; PLATT, JEFFREY A.; LABBAN, NAWAF; JACK WINDSOR, L.; SPOLNIK, KENNETH J.; BRESSIANI, ANA H.A. . A novel mthree-dimensional scaffold for regenerative endodontics: materials and biological characterizations. Journal of Tissue Engineering and Regenerative Medicine, v. 9, p. e116-e123, 2015.

    Palavras-Chave: teeth; biological regeneration; nanocomposites; nanofibers; nanotubes; dentistry; therapy

  • IPEN-DOC 27102

    INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES (Ed.); SAKATA, SOLANGE K. (Coord.); RODRIGUES, DEBORA F. (Coord.); OYANEDEL-CRAVER, VINKA (Coord.) . Conference Proceedings of 1st Pan American Congress of Nanotechnology: Fundamentals and Applications to Shape the Future - PanNano 2017. São Paulo, SP, 2018. 257 p.

    Palavras-Chave: nanochemistry; nanoparticles; nanocomposites; nanofluids; nanomaterials; nanofibers; nanoelectronics; nanofluidics; nanostructures; nanowires; nanotechnology; sustainability; education; meetings

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.

O Repositório Digital do IPEN é um equipamento institucional de acesso aberto, criado com o objetivo de reunir, preservar, disponibilizar e conferir maior visibilidade à Produção Científica publicada pelo Instituto, desde sua criação em 1956.

Operando, inicialmente como uma base de dados referencial o Repositório foi disponibilizado na atual plataforma, em junho de 2015. No Repositório está disponível o acesso ao conteúdo digital de artigos de periódicos, eventos, nacionais e internacionais, livros, capítulos, dissertações, teses e relatórios técnicos.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.