Navegação por assunto "economy"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 26283

    NASCIMENTO, FERNANDO C. ; BELO, FELIPE N.D.; KODAMA, YASKO ; CALVO, WILSON A.P. . Development of an acrylic emulsion paint with aqueous cellulosic dispersions by electron beam in concept of LCA and circular. In: INTERNATIONAL NUCLEAR ATLANTIC CONFERENCE, October 21-25, 2019, Santos, SP. Proceedings... Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Energia Nuclear, 2019. p. 2457-2471.

    Abstract: Decorative paint, whether a polyvinyl or acrylic emulsion, is one of the most widely used coating forms in the world. According to the Brazilian Association of Coatings Manufacturers (ABRAFATI) [1], decorative paints accounted for 82.7% of the volume of all paints produced in Brazil (2018). In 2016, this segment had revenues of US $2,352 million and produced 1,548 billion liters in 2018. This shows the relevance of the sector, besides the Brazilian market being one of the five largest in the world. The aim of this project was to propose the application of the concepts of Life Cycle Assessment (LCA) and Circular Economy in a premium acrylic emulsion architectural paint and to improve the properties of this paint by the addition of aqueous dispersion of cellulose waste processed by electrons. The methodology used was a case study, which consisted of the preparation of dispersion of industrial cellulose waste in demineralized water at concentrations of 5% to 10%, processed with electron beam in absorbed doses of 5 kGy to 50 kGy. Key achievements include minimizing environmental impacts and identifying opportunities to improve environmental performance throughout the product life cycle. Another result was to identify a new application of nuclear technology in the industrial area, especially involving the real estate paints area. In addition, maintaining and improving the properties of premium acrylic emulsion, such as appearance, specific mass, coating power, color, solids content, pH, biodegradability, and the possibility of cost savings, were excellent results that met the product specifications Abrafati Quality Program [1]. It is concluded that the research represents an innovative business opportunity by joining the cellulose paint and tissue segments in a sustainable way (economically, socially and environmentally), reusing the dispersed cellulose waste in electron beam-treated aqueous solution and improving the properties paint within the technical process cycle as it recommends circular economy through the application of regenerative and restorative process principles.

    Palavras-Chave: aqueous solutions; cellulose; coatings; economy; electron beams; life cycle assessment; paints; radiation doses; recycling; sustainability; wastes

  • IPEN-DOC 14367

    SILVA, PEDRO J. da; PIRES, MARIA A.F. . Hidrovia Paraguai-Parana: um eixo de multiviabilidades para a America do Sul. In: SAFETY, HEATH AND ENVIRONMENTAL WORLD CONGRESS, 7-11 de maio, 2007, Santos, SP. Proceedings... 2007.

    Palavras-Chave: brazil; paraguay; transportation systems; ships; economy

  • IPEN-DOC 23739

    BUSTAMANTE, GLADSTONE; BRESSIANI, JOSE C. . A indústria cerâmica brasileira. Cerâmica Industrial, v. 5, n. 3, p. 31-36, 2000.

    Palavras-Chave: ceramics industry; ceramics; building materials; market; economy; brazil

  • IPEN-DOC 18423

    PRADO, U.S.; BRESSIANI, J.C. . Panorama da indústria cerâmica brasileira na última década. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CERAMICA, 56.; CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE CERAMICA, 1.; BRAZILIAN SYMPOSIUM ON GLASS AND RELATED MATERIALS, 9., 3 de junho - 06 de junho, 2012, Curitiba, PR. Anais... 2012. p. 3035-3047.

    Palavras-Chave: brazil; ceramics; building materials; market; economy

  • IPEN-DOC 25215

    SILVA, MAYANE B.; HERREROS, MARIO M.A.G.; BORGES, FABRICIO Q. . O regime de comércio internacional: evoluções e impasses do GATT à OMC / The international trade regime: GATT and WTO evolutions and impasses. Relaciones Internacionales, v. 27, n. 54, p. 69-85, 2018. DOI: 10.24215/23142766e027

    Abstract: Este estudo objetiva analisar a evolução do regime multilateral de comércio internacional e problematiza os principais desafios contemporâneos responsáveis pela fragilização interna deste regime. A metodologia dividiu-se em três partes. Na primeira, realizou-se um esclarecimento dos conceitos basilares da temática. Em seguida, analisouse o processo evolutivo e as modificações no interior do regime de comércio internacional. E por fim, examinou-se o processo constitutivo da Organização Mundial do Comércio e os principais desafios na manutenção de um regime de comércio que contribua para o dinamismo multilateral das relações comerciais internacionais. Os resultados demonstram a necessidade de reformas na agenda da Organização Mundial de Comércio de modo a contemplar novos atores e as dinâmicas impostas pelas cadeias de valor globais face ao desafio de regulação paralela dos novos megablocos de integração regional.

    Palavras-Chave: trade; international relations; global aspects; economy; international organizations; regional cooperation

  • IPEN-DOC 12868

    PERUZZI, ILIENE R.N.; AQUINO, AFONSO R. de . Uso da avaliacao do ciclo de vida como ferramenta para a educacao ambiental tendo como indicadores a reducao do desperdicio e o aumento da produtividade. Revista Brasileira de Pesquisa e Desenvolvimento, v. 9, n. 1, p. 36-42, 2007.

    Palavras-Chave: environment; education; life cycle assessment; economy; ecosystems; sustainable development

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.

O Repositório Digital do IPEN é um equipamento institucional de acesso aberto, criado com o objetivo de reunir, preservar, disponibilizar e conferir maior visibilidade à Produção Científica publicada pelo Instituto, desde sua criação em 1956.

Operando, inicialmente como uma base de dados referencial o Repositório foi disponibilizado na atual plataforma, em junho de 2015. No Repositório está disponível o acesso ao conteúdo digital de artigos de periódicos, eventos, nacionais e internacionais, livros, capítulos, dissertações, teses e relatórios técnicos.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.