Navegação por autor "10179"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 26003

    MUCCILLO, E.N.S. ; FUJIMOTO, T.G. ; SOUZA, J.P. . Avaliação da microestrutura do SrTiO3 comercial e obtido por reação em estado sólido. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CERÂMICA, 63rd, 4-7 de agosto, 2019, Bonito, MS. Resumo... 2019.

    Abstract: Materiais com estrutura do tipo perovskita tem diversas aplicações na indústria eletro-eletrônica, como por exemplo, em dispositivos eletrônicos, capacitores, ou transdutores piezoelétricos. Dentre os principais materiais utilizados com esse tipo de estrutura que vem sendo amplamente estudado destaca-se o titanato de estrôncio. A microestrutura deste tipo de perovskita é essencial para obtenção das propriedades de interesse para estas aplicações. Portanto, neste trabalho foi realizado o estudo da microestrutura do titanato de estrôncio por meio de microscopia eletrônica de varredura e de força atômica. As amostras foram preparadas utilizando o titanato de estrôncio obtido por meio de reação em estado sólido e comercial. Os compactos cerâmicos foram sinterizados a 1500ºC por 6 h de patamar. As amostras foram caracterizadas por meio de densidade, microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia de energia dispersiva (EDS) e microscopia de força atômica. Os resultados mostraram que as amostras sintetizadas apresentaram regiões com forma triangular onde foi identificada uma alta concentração de Sr por meio de EDS. A amostra produzida a partir do material comercial apresentou grãos heterogêneos e através do mapa de adesão foi possível observar texturas diferentes dos grãos. As amostras possuem densidades acima de 99% da densidade teórica.

    Palavras-Chave: microstructure; perovskite; strontium titanates; electronic equipment; sampling; density; ceramics

    Icon

  • IPEN-DOC 26120

    FUJIMOTO, TALITA G. ; MUCCILLO, ELIANA N. dos S. . Effect of Pr on microstructure and dielectric properties of SrTiO3. In: BRAZILIAN MRS MEETING, 17th, September 16-20, 2018, Natal, RN. Abstract... São Carlos: Aptor Software, 2018. p. 146-146.

    Abstract: Polycrystalline ceramics based on strontium titanate (SrTiO3) have attracted great attention in recent years due to their interesting dielectric properties, e.g. high electric permittivity and low dielectric loss. SrTiO3 has many applications in electronic devices, sensors, actuators, fuel cells, among others. Recently, the effects of dopants on the dielectric properties of SrTiO3 have been investigated. Lui et al. [1] were the first to report a giant electric permittivity in Sr0.09Pr0.01TiO3 (> 3,000) at room temperature. In this work, the effect of Pr (0.025, 0.05 and 0.075% mol Pr) on the microstructure and dielectric properties of SrTiO3 was studied in detail. Samples were characterized by density measurement, X-ray diffraction, scanning electron microscopy and impedance spectroscopy. The results show that sintered samples at 1500 ºC/6 h exhibit high densities (> 96% of the theoretical value), independent on the additive content. The average grain size of SrTiO3 increases slightly with Pr addition. Specimens containing 0.075% mol Pr show high giant permittivity (about 30,000) at 540 ºC.

    Icon

  • IPEN-DOC 26004

    OLIVEIRA, R.R. ; FUJIMOTO, T.G. ; MUCCILLO, E.N.S. . Estudo da densificação, estrutura e microestrutura do SrTiO3 contendo praseodímio. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CERÂMICA, 63rd, 4-7 de agosto, 2019, Bonito, MS. Resumo... 2019.

    Abstract: Materiais com estrutura do tipo perovsquita apresentam interessantes propriedades físicas que podem ser escritas em termos de distorções estruturais associadas a mudanças na composição química juntamente com os defeitos existentes na rede cristalina. Isso permite uma ampla faixa de aplicação em dispositivos eletrônicos tais como: supercacitores; dispositivos para armazenamento de energia; atuadores piezoelétricos; dentre outras. Particularmente, os materiais baseados em titanato de estrôncio (STO) tem sido intensamente estudados, sobretudo sua estrutura e microestrutura. A estrutura cristalina pode ser alterada por meio de substituições químicas com a introdução de aditivos. Neste trabalho, foi realizado o estudo estrutural e microestrutural do STO contendo diferentes teores de praseodímio. As amostras foram preparadas mediante mistura de óxidos convencional, partindo do STO e Pr6O11 comerciais. As amostras de STO contendo 0,025; 0,050; 0,075 e 1% mol de Pr foram conformadas por compactação uniaxial e isostática e sinterizadas à 1500 ºC durante 6 horas. A caracterização das amostras sinterizadas foi realizada mediante densidade aparente pelo método de Arquimedes, microscopia eletrônica de varredura (MEV) para o estudo da morfologia superficial (em amostras polidas) e difração de raios X para determinação da estrutura por meio de refinamento pelo método de Rietvield. Os resultados mostram que as amostras apresentam densidade próxima à teórica (95%), com exceção da contendo 1% mol do aditivo (83%). As micrografias obtidas por MEV mostram que houve um tênue aumento no tamanho médio de grãos de 28 m em STO para 30 m nas amostras contendo praseodímio. Nos parâmetros de rede obtidos pelo refinamento dos padrões de difração de raios X foi observado que as amostras foram cristalizadas no sistema cúbico e não possuem alterações significativas nas diferentes proporções de aditivos variando de 3,904 à 3,906 Å.

    Palavras-Chave: microstructure; perovskite; strontium titanates; x-ray diffraction; electronic equipment; praseodymium; additives; oxides

    Icon

  • IPEN-DOC 26455

    FUJIMOTO, TALITA G. ; REIS, SHIRLEY L. ; MUCCILLO, ELIANA N. dos S. . Influence of yttria-stabilized zirconia on microstructure and electrical properties of doped lanthanum gallate. Materials Research, v. 22, S1, p. 1-6, 2019. DOI: 10.1590/1980-5373-MR-2019-0043

    Abstract: Lanthanum gallate with partial substitutions for strontium and magnesium shows higher ionic conductivity than traditional ionic conductors such as yttria-stabilized zirconia (8YSZ), and has been considered for application as solid electrolyte and electrode in Solid Oxide Fuel Cells operating at intermediate temperatures (500-700ºC). Parallel to the development of new solid electrolytes, improvement of the already known electrolytes has been one goal. In this work, the effects of adding 8YSZ to La0.9Sr0.1Ga0.8Mg0.2O3-δ (LSGM), on the microstructure and electrical performance were investigated. Compound electrolytes consisting of up to 20 wt.% 8YSZ were prepared by solid state reactions. Sintered pellets with up to 10 wt.% 8YSZ achieved near full density after sintering at 1450ºC and reduction in the fraction of impurity phases. Addition of 8YSZ promoted grain growth to LSGM. The higher ionic conductivity was obtained for 1 wt.% 8YSZ addition with slight decrease of the apparent activation energy.

    Palavras-Chave: lanthanum; zirconium; microstructure; magnesium; ionic conductivity; solid oxide fuel cells; impedance; electrical properties; electrolytes

    Icon

  • IPEN-DOC 25984

    FUJIMOTO, T. ; MUCCILLO, E. . Preparation and characterization of solid electrolyte compounds consisting of doped lanthanum gallate and yttria stabilized zirconia. In: ECerS CONFERENCE, 16th, June 16-20, 2019, Turin, Italy. Abstract... Mons, Belgium: European Ceramic Society - ECerS, 2019. p. 740-740.

    Palavras-Chave: ionic conductivity; zirconium; lanthanum; doped materials; microstructure; impedance; solid oxide fuel cells; yttrium; gallium oxides

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.